Saúde

São Carlos registra mais uma morte de bebê intrauterino na Maternidade

Redação Folha SCR

 

 

A Maternidade Dona Francisca Cintra Silva da Santa Casa registrou mais uma morte de um bebê intrauterino na manhã desta  quinta-feira (8). Dessa vez a morte aconteceu na ala de convênio da Unimed.

 

É a segunda morte na semana. Na última terça-feira Talita Fernanda Rocha, 30 anos, que estava na 40ª semana de gestação, também perdeu um bebê na Maternidade.

 

Assista o vídeo da revolta dos familiares de Talita no final da matéria.

 

 

O secretário de Saúde, Caco Colenci, confirmou a morte. Segundo Colenci, a mulher estava na 30º semana de gestação e deu entrada na maternidade pela rede particular. O bebê já estaria morto.

 

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, Lucão Fernandes (PMDB) deu uma entrevista uma rádio local e defedeu ampliação da CPI da Saúde que foi instaurada na Câmara Municipal e até endossou a CPI da Maternidade. “Se tem que interditar, vamos interditar, podemos ficar falando o dia todo aqui, mas a população espera atitude, temos de chamar o Ministério Público, juízes, afinal são nossas crianças que estão morrendo", ponderou”.

 

A Reportagem da Folha São Carlos e Região entrou em contato com a Unimed e assessoria de imprensa informou que vai emitir uma nota ainda nesta quinta -feira.

 

Nota do hospital

 

Diante do noticiário envolvendo óbito do feto de S.S.L.M., beneficiária de Plano de Saúde, ocorrida no dia 07 de junho, por volta das 19h56min, na Maternidade da Santa Casa de Misericórdia de São Carlos, hospital credenciado, constatamos que, após submeter-se à consulta de rotina de pré-natal, sem queixas. junto ao seu médico obstetra, em seu
consultório, constatou-se ausência de foco fetal (batimento cardíaco do feto), sendo imediatamente conduzida e acompanhada pelo referido médico à Maternidade, onde foi imediatamente recepcionada pela equipe médica e de enfermagem que lá se encontrava e lhe aguardava, devido ao préviocontato de seu médico, e encaminhada ao centro cirúrgico para realizaçãode parto cesária de emergência, com confirmação de óbito fetal, recebendo todo o atendimento pós operatório.

A despeito das condutas adotadas e apuradas inicialmente, deliberou a Diretoria da Cooperativa enviar o caso à avaliação do Conselho Técnico, para Parecer conclusivo.A Unimed São Carlos se solidariza com o acontecimento e informa que está proporcionando o atendimento médico-hospitalar necessários ao restabelecimento da beneficiária, bem como apoio psicológica a ela efamiliares.

 

Ressalta-se, por fim, que os demais óbitos noticiados pela Imprensa local não guardam nenhuma relação com beneficiários destA Cooperativa Médica.

 

 

Foto: Abner Amiel

 

 

 

 

 

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Ganhadores do Oscar nas principais categorias