Saúde

Rede Cegonha capacitará profissionais em protocolo sobre atendimento às gestantes e bebês

Rede Cegonha vai capacitar profissionais da Saúde em protocolo sobre atendimento às gestantes e bebês

 

Com o objetivo de assegurar e expandir cuidados integrais à saúde da mulher e da criança, profissionais da Rede Municipal de Saúde (médicos, enfermeiros, agentes comunitários de saúde, dentistas), participam nesta quinta-feira, dia 1º de junho, das 8h às 12h e das 13h às 16h, no auditório do Paço Municipal, de capacitação sobre o Protocolo Municipal da Rede Cegonha.

 

A capacitação será feita em quatro protocolos: pré-natal de baixo risco, pré-natal de alto risco, crianças que nascem e ficam na UTI após a alta – Serviço de Acompanhamento de Intervenções em Bebê de Alto Risco (SAIBE) e Saúde Odontológica da Gestante. O objetivo é intensificar a vigilância, trocar experiências, discutir as causas, circunstâncias e definir ações de atenção à saúde materna e infantil para impedir a ocorrência de novos casos de mortes materna, infantil e fetal no município. Para a capacitação dos profissionais de saúde o Grupo Condutor da Rede Cegonha de São Carlos elaborou o “Guia de orientação para atendimento ao pré-natal”, no intuito de aumentar a qualidade de assistência prestada pelos serviços e profissionais envolvidos no atendimento ao pré-natal, visando à redução dos índices de mortalidade materna e perinatal. 

 

Com adaptações à realidade do município, a capacitação tem como base as diretrizes dos “Protocolos da Atenção Básica da Saúde da Mulher”, de 2016, elaborado pelo Ministério da Saúde. Trata-se de um instrumento de apoio para a implementação de boas práticas, promoção de atitudes e condutas favoráveis ao desenvolvimento adequado da gravidez, do parto e do puerpério, em um contexto de humanização da atenção.

 

Uma atenção pré-natal e puerperal de qualidade e humanizada é fundamental para a saúde materna e neonatal. A atenção à mulher na gravidez e no pós-parto deve incluir ações de prevenção e promoção da saúde, além de diagnóstico e tratamento adequado dos problemas que ocorrem neste período.

A enfermeira Giovana Aline Cosmi do Grupo Condutor da Rede Cegonha de São Carlos, explica que na Rede Municipal de Saúde o atendimento à gestante é realizado nas 21 Unidades de Saúde da Família (USF), por equipe multiprofissional: médico da família, enfermeiro e dentista, contando com a visita dos agentes comunitários de saúde. Já nas 12 Unidades Básicas de Saúde (UBS) o atendimento à gestante é realizado por equipe multiprofissional: médico ginecologista, enfermeiro e dentista.

 

O atendimento à gestação de alto risco é realizado no Ambulatório de Cuidado Especial da Gestação (ACEG) que está locado no prédio da Maternidade Dona Francisca Cintra Silva da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia e atende casos referenciados pelo município e região, segundo critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. O atendimento para o parto e casos de urgência e emergência na gestação são realizados na Santa Casa de Misericórdia e Maternidade Dona Francisca Cintra Silva.

 

Crianças - O atendimento às crianças é realizado nas Unidades de Saúde da Família por equipe multiprofissional. A rede conta também com um ambulatório especializado para o acompanhamento de bebês de risco até os 2 anos de idade (SAIBE) que funciona na Santa Casa de Misericórdia de São Carlos em convênio com a Prefeitura. Há, ainda, apoio de dois grupos técnicos voltados para atenção às gestantes e crianças até 2 anos, que se reúnem periodicamente: Grupo Condutor Municipal da Rede Cegonha e Comitê de Vigilância à Mortalidade Materno, Infantil e Fetal.

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Cirurgia será transmitida em tempo real, via internet, do Centro Cirúrgico da Santa Casa

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos