Cultura

Programação do Sesc São Carlos neste final de semana

CRIANÇAS

Espetáculo
Bessarábia: uma feira de histórias
Com Cia As graças
Três velhas senhoras criam uma feira de histórias através de pequenos bonecos vindos da Bessarábia, um país que não existe mais. Como num conto de fadas, esses antigos bonecos e essas velhas senhoras atravessaram o tempo e os mares para criar um lugar mágico, onde memórias esquecidas, objetos jogados no lixo, reis e princesas revelam uma Bessarábia imaginária, que todos temos dentro de nós.
Dia 6, sábado, às 15h e às 16h30.
Teatro. Livre

R$ 17,00 / R$ 8,50 / R$ 5,00

GRÁTIS para crianças até 12 anos

50 Lugares por sessão.

 

https://www.youtube.com/watch?v=8GBnwx3zl_w

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

MÚSICA

Sonora Brasil

O projeto traz expressões musicais pouco difundidas que integram o amplo cenário da cultura musical brasileira. Promove apresentações de caráter essencialmente acústico, que valorizam a autenticidade sonora das obras e seus intérpretes. Em sua 21ª edição e realizado no biênio 2017/2018, apresenta os temas Na pisada dos cocos e Bandas musicais: formações e repertórios, com a participação de quatro grupos em cada tema. Em 2017, o primeiro tema circulou pelos estados das regiões Norte e Nordeste, enquanto o segundo seguiu pelos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Em 2018, procede-se a inversão para que os grupos concluam o circuito nacional.

Galpão. GRÁTIS. Lugares limitados. Livre

 

 

Coco de Tebei (PE)

O Coco de Tebei é cantado por mulheres e dançado por casais. Não utiliza instrumentos e a base rítmica é marcada pela pisada dos dançadores. A sonoridade que resulta do canto somado ao ritmo da pisada nos remete, de certa forma, a uma ritualística indígena, que se caracteriza pelo contraste de timbre entre o metal das vozes femininas e o som seco da pisada no chão, e pela ausência de nuances em cada um dos elementos.

O grupo é formado por pelas cantadeiras Maria do Carmo de Jesus, Nivalda Rosa Gomes do Nascimento e Maria Nazaré Nunes dos Santos e pelos dançadores José Lira dos Santos e Janaína Maria dos Santos, Edna Nivalda do Nascimento Silva e Agnaldo José da Silva, Genivaldo Lira dos Santos e Edilane dos Santos.

Dia 3, quarta, às 20h.

 

Coco do Iguape (CE)

Segundo pesquisadores, o Coco do Iguape tem uma característica peculiar que é o andamento mais acelerado e uma dança mais “pulada”. Como outros cocos do litoral, o grupo se apresenta descalço, como os pescadores costumam andar. A vestimenta é feita artesanalmente com o mesmo tecido usado nas velas das jangadas e tingida com a tinta retirada da casca do cajueiro azedo, árvore encontrada na região.

O grupo é formado por mestre Raimundo da Costa, mestre Chico Caçoeira (Francisco Renato das Chagas), Klévia do Iguape (Klévia Cardoso da Silva), Renato Cabral, Wellington Monteiro, Gatinho (João Anastácio de Carvalho), Caboquim (José Ailton da Costa Miranda), Altamiro da Costa e Adonai Ribeiro.

Dia 4, quinta, às 20h.

 

 

Coco de Zambê (RN)

É principalmente no município de Tibau do Sul, litoral do Rio Grande do Norte, que encontramos o Coco de Zambê, expressão cultural que, segundo pesquisadores, chegou aos engenhos de cana-de-açúcar e colônias pesqueiras da região através de africanos escravizados. Como tantas manifestações da tradição oral, o Coco de Zambê correu o risco de desaparecer, mesmo tendo se constituído durante décadas como importante elemento identitário de comunidades quilombolas da região. Uma de suas principais características é o fato de ser praticado apenas por homens.

O grupo é formado por Didi (Djalma Cosme da Silva), Uzinho (Severino de Barros), Tonho (Antonio Cosme de Barros), Mestre Mião (Damião Cosme de Barros), Zé Cosme (José Cosme Neto), Kéké (Ckebesson da Silva), Pepé (Ederlan da Silva), Beto (José Humberto Filho de Oliveira).

Dia 5, sexta, às 20h.


https://www.youtube.com/watch?v=CwPJmHC0J2E

Sons da Tarde

Programação que privilegia a diversidade dos estilos musicais e busca transformar as tardes de domingo em uma opção de lazer diferenciada para o público.

Embalaê 
A banda traz o show "Os Jorges", baseado na vida e obra de Seu Jorge, Jorge Aragão, Jorge Vercillo e Jorge Ben Jor. Com um repertório dançante bem variado, incluindo também músicas de outros grandes nomes da música popular brasileira como Tim Maia, Caetano Veloso, Gilberto Gil, entre outros. A banda é composta por Alexandre Cerqueira (voz), Fabiano Marquesine (guitarra/voz), Tavinho (teclados), Ronaldo Fernando (bateria), Rafael (baixo), Tikila (percussão), Alexandre Lê (percussão).
Dia 7, domingo, às 16h.
Área de convivência externa. GRÁTIS. Lugares limitados. Livre

https://www.youtube.com/watch?v=mdaac2uR2Xw

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Cirurgia será transmitida em tempo real, via internet, do Centro Cirúrgico da Santa Casa

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos