Automóveis

Novo Jetta 2019 é flagrado sem camuflagem – sedã chega este mês

 

A Volkswagen está preparando o lançamento do Jetta 2019, que deverá ocorrer nos próximos dias. O sedã médio da marca alemã chegará importado do México, onde é feito em Puebla e exportado para diversos países, em especial os EUA.

Nesta imagem, que circula no aplicativo Whatsapp, um exemplar da versão Comfortline foi visto no Centro de Treinamento da VW, em Belo Horizonte.

 

O modelo é exatamente igual ao vendido nos mercados americano e mexicano, mas chama atenção por conta de seu conjunto ótico diferente daquele apresentado pelos similares vendidos nesses países. Trata-se de um farol com LEDs posicionados na extremidade do projetor e com espelho de projeção de luz ao lado.

 

Além disso, o farol conta ainda com três luzes diurnas em LED na parte externa e repetidor de direção com lâmpada comum na parte interna.

O conjunto é o mesmo visto nas versões S, SE e R-Line oferecida no mercado americano que, assim como no mexicano, não vem com o já conhecido farol duplo de LED com luzes diurnas envolventes e dotadas de feixe de LED, presentes apenas nas SEL e SEL Premium.

Com 4,67 m de comprimento e 2,68 m de entre-eixos, agora o Jetta 2019 está sobre a plataforma modular MQB e por isso cresceu em relação ao anterior.

 

Nessa configuração, o sedã deverá chegar com motor 1.4 TSI de 150 cavalos e 25,5 kgfm, sempre com transmissão automática de seis marchas, que não deve adotar o padrão americano de oito velocidades por conta da padronização de custos no país.

 

A caixa já é oferecida aqui em outros modelos da marca, o que reduziria a logística de peças para a mesma. Além disso, o pacote de equipamentos não deve ser muito generoso nessa versão Comfortline, visto que haverá opção mais completa e espera-se por um pacote Highline mais adiante, pelo menos, mas ainda é dúvida se terá ou não o motor 2.0 TSI. O motivo é o preço.

 

Como se sabe, é claro, o Virtus GTS chegará em breve e com o mesmo motor 1.4 TSI.

 

Hoje, o sedã compacto já alcança quase R$ 90 mil na versão Highline completa e provavelmente essa opção de apelo e performance esportiva (que também deve ser acompanhado de um câmbio automático) poderá custar entre R$ 90 mil e R$ 100 mil.

 

Assim, o Jetta 2019 deve chegar acima desse patamar de preço. Então, se isso acontecer de fato, uma versão Highline 2.0 TSI de 220 cavalos custará muito mais do que R$ 120 mil e pode se aproximar demais do Passat.

 

[Fotos: Auto Papo]

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Cirurgia será transmitida em tempo real, via internet, do Centro Cirúrgico da Santa Casa

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos