Esporte

Cuca e Renato Gaúcho travam duelo da experiência no Pacaembu

Gazeta Esportiva

Nesta quinta-feira, o confronto entre Santos x Grêmio terá o duelo entre dois dos melhores técnicos do Brasil. De um lado, Cuca, que reergueu o Peixe, resgatou a confiança dos jogadores e vai subindo na tabela do Campeonato Brasileiro. De outro, Renato Gaúcho, com um trabalho inquestionável à frente do Imortal, conquistando quase tudo, e apresentando o melhor futebol do país.

Cuca, tem apenas 10 jogos sob o comando do Alvinegro da Vila Belmiro, somando quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas. O time sofreu apenas seis gols com o novo comandante, e vem de cinco partidas consecutivas sem ser vazado.

Mais do que isso, o treinador conseguiu resgatar alguns jogadores. O principal é Gabriel Barbosa, o Gabigol, que já marcou seis vezes. Na última rodada conseguiu até um hat-trick diante do Vasco. Os laterais Victor Ferraz e Dodô, que vinham em queda brusca voltaram a jogar bem, e são fundamentais para o jogo do Peixe fluir.

A chegada dos gringos também foi extremamente importante para Cuca. Se por um lado Bryan Ruiz ainda está bem distante do esperado, devido a falta de ritmo de jogo, e fora de forma, Carlos Sánchez e Derlis González deram outra cara à equipe, especialmente o uruguaio, que deu um vigor ao meio campo.

Cuca x Renato Gaúcho será um duelo a parte em Santos e Grêmio, pelo Brasileirão (Foto: Arte/Gazeta Esportiva)

Renato resgatou o Imortal

Ainda com Roger Machado, o Grêmio apresentava um bom futebol, mas faltava algo a mais. Renato chegou, e a equipe ganhou uma cara vencedora. O treinador faturou a Copa do Brasil em 2016, a Libertadores no ano passado, além do Campeonato Gaúcho e a Recopa Sul-Americana nesta temporada.

O velho estilo gaúcho de força, foi aliado a qualidade do conjunto, e com um toque de bola envolvente, o Tricolor conseguiu retomar o caminho das conquistas sob a batuta do comandante.

Muito se questiona no momento sobre a queda de futebol do Imortal. No entanto, o time está nas quartas de final da Libertadores e briga pelo título do Brasileiro. Manter-se atuando em alto nível por dois anos é tarefa difícil até para as grandes potências do mundo, imagina para uma equipe que perde jogadores no meio da temporada e lida com um calendário esquizofrênico.

Veja também:

Santos contrata Felippe Cardoso, da Ponte

Dodô vê algo a mais por enfrentar o Grêmio

Promessa de grande jogo e Santos mordido

Duas equipes que priorizam jogar futebol. É isso que Santos e Grêmio apresentarão na noite desta quinta-feira, no Estádio do Pacaembu às 19h00 (horário de Brasília). Mesmo com o Peixe sem Sánchez e o Tricolor Gaúcho não podendo contar com o atacante Everton, ambos convocados por suas respectivas seleções, a chance de um belo jogo é quase certa.

Outro fator que contribui para que o jogo seja bem interessante, é a vontade do Santos de derrotar o rival responsável pela maior goleada sofrida na temporada. No dia 6 de maio, o Peixe levou 5 a 1, na Arena do Grêmio, em partida válida pelo primeiro turno do Brasileirão. Naquela oportunidade, o time da Baixada ainda era comandado por Jair Ventura, e não viu a cor da bola em Porto Alegre.

Jogos em que Cuca e Renato comandaram as equipes, ambos na segunda passagem por Santos e Grêmio (Foto: Arte/Gazeta Esportiva)

 

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Cirurgia será transmitida em tempo real, via internet, do Centro Cirúrgico da Santa Casa

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos