Região

Prefeitura de Ibaté reforça alerta sobre vacinação de poliomielite e sarampo

 

A Prefeitura de Ibaté, por meio do departamento  de Saúde, está realizando a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e Paralisia Infantil, que teve início no último dia 4 de agosto e segue até o dia 31 de agosto. A meta é atingir 95% das crianças da cidade.

Segundo balanço da Vigilância Epidemiológica da cidade, já foram imunizadas contra a poliomielite, 475 crianças, entre seis meses e cinco anos incompletos, correspondendo 24,87%.

Já com relação à vacina contra o sarampo, já foram dadas 450 doses para crianças de um ano a quatro anos, 11 meses e 29 dias, atingindo 24,94% de cobertura. A estimativa da Secretaria de Saúde é de que haja mais de 1847 crianças em Ibaté nessa faixa etária.

No próximo sábado (18) as unidades de saúde de Ibaté estarão abertas das 8h às 17h para que os pais que trabalham durante a semana possam levar os seus filhos, com idade entre 1 ano e menores de 5 anos, para se imunizarem.

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e Paralisia Infantil vai até o dia 28 e os pais devem levar as crianças a qualquer posto de saúde mais próximo de sua casa com a carteirinha de vacinação da criança em mãos. “Os pais podem levar as crianças aos Programas Saúde da Família (PSF’s) dos Jardins Icaraí, Mariana, Esfer e Popular, e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do Santa Terezinha e Cruzado, durante a semana, que também estarão abertos no dia D, que será no dia 18 de agosto”, destacou o prefeito José Luiz Parrella (PSDB).

 

Sarampo

 

A doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, é transmitida pela fala, tosse e o espirro, e extremamente contagiosa, mas pode ser prevenida pela vacina. Pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. As complicações infecciosas contribuem para a gravidade do quadro, particularmente em crianças desnutridas e menores de 1 ano. Em algumas partes do mundo, a doença é uma das principais causas de morbimortalidade entre crianças menores de 5 anos.

Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) o certificado de eliminação da circulação do vírus. Atualmente, entretanto, o país enfrenta surtos de sarampo em Roraima e no Amazonas, além de casos já identificados em São Paulo, no Rio Grande do Sul, em Rondônia e no Rio de Janeiro.

 

Pólio

 

Causada por um vírus que vive no intestino, o poliovírus, a poliomielite geralmente atinge crianças com menos de 4 anos de idade, mas também pode contaminar adultos. A maior parte das infecções apresenta poucos sintomas, e há semelhanças com infecções respiratórias – como febre e dor de garganta – e gastrointestinais – como náusea, vômito e prisão de ventre.

Cerca de 1% dos infectados pelo vírus desenvolve a forma paralítica da doença, que pode causar sequelas permanentes, insuficiência respiratória e, em alguns casos, levar à morte.

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Cirurgia será transmitida em tempo real, via internet, do Centro Cirúrgico da Santa Casa

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos