Economia

Demanda do consumidor por crédito cresce 11,1% no primeiro semestre, diz Serasa Experian

 

De acordo com o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito, a quantidade de pessoas que buscou crédito no acumulado de janeiro a junho deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, cresceu 11,1%, sendo o melhor primeiro semestre dos últimos sete anos. Já na relação mensal - junho x maio/18 - o índice recuou 7,0%, assim como na comparação anual (com junho/17), que teve queda de 0,8%.

 

De acordo com os economistas da Serasa Experian, juros menores neste ano, combinados com uma modesta expansão da confiança do consumidor e da renda real neste primeiro semestre, impulsionaram a demanda dos consumidores por crédito apesar dos impactos negativos, sentidos em junho, oriundos da paralisação dos caminhoneiros em maio.

 

Análise por classe de renda pessoal mensal

 

 

No acumulado do primeiro semestre, na comparação com o mesmo período do ano passado, a procura do consumidor por crédito apresentou variações positivas em todas as faixas de renda: alta de 34,2% para quem recebe até R$ 500 por mês; de 8,5% para quem ganha entre R$ 500 e R$ 1.000 mensais; e 8,8% para os que recebem entre R$ 1.000 e R$ 2.000 por mês. Já nas rendas mais altas, os avanços na procura por crédito no acumulado do primeiro semestre de 2018 foram: 8,6% para a faixa de renda entre R$ 2.000 e R$ 5.000 mensais; 8,6% para o consumidor com renda entre R$ 5.000 e R$ 10.000 por mês e de 8,9% para quem ganha mais de R$ 10.000.

 

Análise por região

 

Na comparação contra o acumulado dos primeiros seis meses do ano passado, houve avanços da demanda por crédito em todas as regiões: no Nordeste (17,6%); Sudeste (9,7%); Norte (11,2%); Centro-Oeste (13,8%) e no Sul (7,4%).

 

 

 

A série histórica deste indicador está disponível em

 

http://www.serasaexperian.com.br/release/indicadores/demanda_pf_credito.htm

 

Metodologia do indicador

 

O Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito é construído a partir de uma amostra significativa de CPFs, consultados mensalmente na base de dados da Serasa Experian. A quantidade de CPFs consultados, especificamente nas transações que configuram alguma relação creditícia entre os consumidores e instituições do sistema financeiro ou empresas não financeiras, é transformada em número índice (média de 2008 = 100). O indicador é segmentado por região geográfica e por classe de rendimento mensal.

 

Você também lê esta notícia no 

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Cirurgia será transmitida em tempo real, via internet, do Centro Cirúrgico da Santa Casa

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos