Economia

Inadimplência do consumidor em São Carlos recuou em janeiro

 

 

Em São Carlos, a inadimplência do consumidor recuou 0,8% na comparação mensal de janeiro contra o mês anterior, de acordo com os dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), empresa parceria da ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos).

 

 Segundo o Núcleo de Economia da ACISC, São Carlos seguiu a tendência do Estado de São Paulo e do Brasil de queda no número de inadimplentes em janeiro de 2018, em relação a dezembro de 2017. O recuo da inadimplência na cidade (0,8%) foi maior que o verificado no estado (0,2%) e no país (0,6%). “Quando o número de inadimplentes diminui, significa que mais consumidores estão aptos a contratar crédito, e isso favorece tanto consumo como a economia”, diz o presidente da ACISC, José Fernando Domingues.

 

 Recuperação de crédito

 

No mesmo período de comparação, a recuperação de crédito também foi positiva e o resultado local foi, mais uma vez, melhor que os resultados do estado e do país. Enquanto a recuperação de crédito cresceu 1,4% no estado e 0,3% no Brasil, São Carlos demonstrou aumento de 4,7% nesse indicador no mês de janeiro.

 

 O presidente da ACISC destaca que cada vez mais os consumidores inadimplentes estão quitando suas dívidas. “Isso demonstra que a situação financeira dos consumidores está melhorando e, a partir do momento em que as dívidas em atraso são pagas, eles voltam a ter a possibilidade de adquirir novos créditos para o consumo”.

 

 

Apesar do resultado positivo na comparação mensal, o resultado interanual ainda está negativo, resultado atribuído à crise econômica que diminuiu muito a confiança na economia, fechou postos de trabalho e reduziu renda durante dois anos, até que em 2017 essa situação deixou de se repetir. “Durante 2018, conforme a recuperação da economia continue a se consolidar e os resultados mensais desses indicadores tenham resultados positivos, a comparação interanual também irá responder de forma positiva”, completa José Fernando Domingues.

 

 

 

Metodologia

 

O indicador de registro de inadimplência é elaborado a partir da quantidade de novos registros de dívidas vencidas e não pagas. E o indicador de recuperação de crédito é elaborado a partir das exclusões de registros informadas à Boa Vista SCPC pelas empresas credoras. O índice é calculado pela média móvel dos últimos 12 meses do mês de referência, tendo como ano base a média desses valores em 2011 (base = 100). A partir de março de 2016, as séries dessazonalizadas (as quais utilizavam o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau) foram descontinuadas.

 

 

Descrição: ACISC-comercio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Cirurgia será transmitida em tempo real, via internet, do Centro Cirúrgico da Santa Casa

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos