Política

Câmara entregou titulo de Cidadão São-carlense ao Senador italiano Fausto Longo

O senador da República Italiana Fausto Guilherme Longo recebeu oficialmente na noite desta quarta-feira (7) o título de “Cidadão Honorário de São Carlos”, conferido pela Câmara Municipal por meio do Decreto Legislativo No. 897, de autoria do vereador Azuaite Martins de França (PPS). A solenidade, na sala das sessões do Edifício Euclides da Cunha, foi presidida pela vereadora Laíde Simões (MDB) e teve presenças de autoridades e de membros da comunidade ítalo-descendente.

Em seu discurso, Fausto Longo disse que receber a homenagem traz “emoção e responsabilidade”, ao ser escolhido como parceiro da comunidade recebendo o título de cidadania honorária. “É algo significativo, sobretudo do ponto de vista ético, esse gesto solidário quer dizer que você será um compagno, aquele que divide o mesmo pão”, afirmou, depois de lembrar que seus bisavós  trabalharam em fazenda de café em São Carlos ao chegar da Itália em 1892 e que ele próprio por muitas vezes esteve na cidade ao longo da vida. “Aonde você vai, no Brasil, quando se fala em ciência e tecnologia, São Carlos é referência; assim não se pode medir a cidade pela fronteira porque a alma são-carlense desconhece limites”. O senador fez um balanço de seu mandato como representante dos ítalo-descendentes na América do Sul e, como candidato à reeleição neste ano, comprometendo-se a dedicar a São Carlos seu próximo mandato.

SESSÃO HISTÓRICA - A sessão solene contou com presenças, na mesa principal, do representante do prefeito Airton Garcia Ferreira, o secretário municipal Roberto Paulo Valeriani Ignatius,  do juiz de Direito Paulo Cesar Scanavez, do diretor titular do CIESP, Emerson Chu, de Heraldo Pimentel, diretor do SESI local e de Márcio Vieira Marinho, diretor do SENAI. Também prestigiaram o evento os ex-prefeitos de São Carlos, Paulo Altomani e de Descalvado, Luiz Antonio Panone, o presidente da Câmara daquele município,Luis Guilherme Panone, o presidente da AEASC, Douglas Barreto, o secretário de negócios jurídicos de Aguaí, Waldomiro Bueno de Oliveira, Paulo Giglio, diretor do CIESP, Paulo Giglio e ainda André Fiorentino, do Condusc, Nelson Maffei, diretor da ACISC e Orlando de Toledo Neto, agente institucional junto ao CIESP.

Azuaite França, orador oficial, classificou a sessão como histórica porque pela primeira vez a Câmara homenageou um parlamentar de outro país. Ele destacou a importância da imigração italiana para o desenvolvimento de São Carlos e disse que os brasileiros de hoje devem se inspirar no exemplo dos italianos que chegaram à cidade no final do século XIX. “Eles chegaram sem nada e acreditaram no país, construiram aqui seu paraíso; assim também nós devemos superar maus governos pela democracia, pelo voto e pelo discernimento”. Assinalou ainda que “estamos aqui para estender pontes e construir o novo; o título a Fausto Longo significa essa missão diplomática”.

EXEMPLO DOS IMIGRANTES - Durante a solenidade discursaram o juiz Paulo Cesar Scanavez, que destacou o exemplo de resiliência dos imigrantes italianos e suas características da alegria e força de trabalho. “Cidadão honorário é também um mandato confiado a um mandatário qualificado e responsável”, disse. Ao acentuar que o Brasil atravessa um momento difícil, destacou a importância da troca de “experiências saudáveis, capazes de injetar energia inspiradora, de credibilidade”. “Toda cidadania depende de bons exemplos, de referencias expressivas, capazes de inspirar e alimentar sonhos”, frisou. Sobre o vínculo do senador com São Carlos, Scanavez expressou desejo de que “esse elo se fortaleça cada vez mais na condição de mandatário e possa dignificar suas atividade”.

O  Secretario Planejamento e Gestão Roberto Paulo Valeriani Ignatius, que também se pronunciou, destacou a história do homenageado e ressaltou que o italiano “é um povo dos mais importantes da historia moderna”. Acentuou que “São Carlos é uma cidade muito italiana” ao defender o fortalecimento dos laços entre os dois países.

PICCOLA ITALIA - Também o senador Fausto Longo mencionou que “São Carlos é uma piccola Itália”, dada a presença expressiva da comunidade italiana entre a população local.  O discurso do senador teve menções à defesa de um mundo igualitário e o relato de como ele, nascido em Amparo (SP), criado em Piracicaba, onde foi vereador, se tornou cidadão italiano e senador da República daquele país, representando os italianos e descendentes que vivem na América do Sul em  431 localidades e 200 comunidades diferentes.

Fausto Longo tem 66 anos, é arquiteto formado pela PUC Campinas e mestre em Tecnologia, Planejamento e Gestão pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas).Cartunista, foi um dos fundadores do Salão Internacional de Humor de Piracicaba. Exerceu diversos cargos na FIESP, entre eles o de gerente do Departamento de Ação Regional  e presidente da Associação dos Funcionários nas Entidades Sindicais Patronais do Estado de São Paulo.

Fotos

Senador Fausto longo homenageado na Câmara Municipal: título de cidadania honorária ressalta vínculos  e compromisso com São Carlos

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

4

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos

5

Ganhadores do Oscar nas principais categorias