Política

Airton faz convite, vereador João Muller pede licença e deve assumir secretaria

Airton faz convite, vereador João Muller pede licença e deve assumir secretaria

Folha SCR

 

O vereador João Muller (MDB) informou nesta terça-feira (6) que pediu licença do seu mandato na Câmara Municipal. Na última sexta-feira (2) o parlamentar foi convidado pelo prefeito Airton Garcia para assumir uma Secretaria Municipal. Com a licença, o ex-vereador e professor Ditinho Matheus deve assumir a vaga de João Muller.

O vereador João Muller adiantou que o MDB não vai participar da administração Airton Garcia. Ele deve ficar no mandato até a próxima sexta-feira (9) e que pretende apresentar na próxima semana a Airton Garcia 10 propostas de parceria pública e privada para viabilizar criação de emprego e renda para cidade e melhorar a qualidade de vida dos munícipes. Existe a possibilidade de Muller ser secretário  de Obras Públicas.

 

“Eu entrei com um pedido de licença junto a Câmara Municipal do meu mandato com base  um artigo do regimento da lei orgânica que me permite qualquer parlamentar optar licenciar do mandato e ocupar um cargo no Executivo”, disse. “O prefeito Airton Garcia me convidou junto com secretário de Esporte Edson Ferraz, na presença do secretário de Governo Edson Fermiano, para fazer parte da administração. Agora pedi afastamento e fico até a próxima sexta-feira (10). Devo continuar as tratativas com o governo para entender qual a minha participação no governo”.

 

O nome do vereador apareceu em diversos momentos, com a possibilidade de participar do governo, sobretudo assumir a parta de Planejamento e Gestão Municipal, mas não tinha até o momento recebido um convite oficial do prefeito.

 

Com especialização em Gestão Pública, Muller está no quarto mandato de vereador e teve experiências em cargos do Executivo, como secretário Municipal de Esportes (em 2003 e 2004), secretário Municipal de Governo (entre 2005 e 2007) e diretor-presidente da Prohab São Carlos (de 2009 a 2012).

 

“Vamos colocar ao prefeito a possibilidade de fazer um grande projeto de parceria público privado que está acontecendo em São Paulo por meio  do prefeito João Dória e nós pretendemos trazer para a cidade de São Carlos”, disse Muller.

O vereador deve conversar com o Ditinho Matheus às 2h desta quarta-feira para consolidar  a volta ao Legislativo do ex-vereador.

 

Perguntas

Qual a sua experiência na área de Obras Públicas?

“No primeiro momento a possibilidade é de ser secretário  de Obras Públicas, mas  é bem verdade que eu preciso ainda apresentar  uma proposta ao prefeito, conhecer a equipe de trabalho para depois  consolidar esse convite e tentar ajudar a cidade dentro do possível.

Eu não tenho experiência em obras públicas, minha experiência é como gestor o público, ao longo dos anos eu me preparei para ser um gestor. A secretaria tem técnicos  e outros profissionais capacitados em sua estrutura. Nem sempre necessita ter a experiência técnica na área,  José Serra foi o melhor ministro da Saúde do país sem ser médico. Uma experiência que me ajuda é ter passado pela Prohab. Nós viabilizamos várias obras, unidades  habitacionais, investimentos de grandes vultos, aquisição da  usina de asfalto, investimentos em vários bairros. Acho que com apoio dos técnicos e experiência  de gestor podemos contribuir com a cidade”.

Por exemplo, Se nós  não  conseguirmos fazer alteração no projeto da Praça Itália até o final de abril, certamente perderemos a possibilidade de fazer essa obra importante pra cidade.

 

Quais as obras importantes?

 

Eu fiz uma analise para entender a secretaria que eu fui convidado, nós temos várias obras em andamento, a construção da escola do Parque Novo Mundo, Avenida Trabalhado São-carlense sendo ampliada, licitações foram homologadas da Unidade da Saúde da Família do Cidade Aracy, terminando outras licitações. Além dessas obras, eu vou para o governo com uma função muito importante.

Vamos colocar ao prefeito a possibilidade de fazer um grande projeto de parceria público privado que está acontecendo em São Paulo por meio  do prefeito João Dória e nós pretendemos trazer para a cidade de São Carlos. Por exemplo, a questão da rodoviária de São Carlos. Todos nós sabemos que existe a necessidade da construção de uma nova em outro local, mas  atualmente a cidade não tem condição financeira.

Uma das funções que eu deva exercer  é justamente buscar as parcerias para essa cidade para poder avançar a qualidade de vida das pessoas, outro exemplo, o boulevard no Mercadão, hoje não tem recurso do Governo Estadual nem Federal para executar essa obra.

Então também será uma função de diálogo com a iniciativa privada para avançarmos e criar emprego e renda para cidade e melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Eu digo meu afastamento consolidará a partir de  sexta-feira, porque eu pretendo apresentar ao prefeito 10 propostas de parceria pública e privada para a cidade, entre elas a questão do velório do cemitério.

 

O partido vai participar da administração?

O partido não vai participar do Governo. Tivemos uma reunião hoje de manhã, onde participaram o Netto Donato e quatros vereadores.  Eu pedi autorização do partido para participar do governo. O partido continuará com sua independência na Câmara e projeto Netto  Donato para prefeito 2020.

 

Nesse momento não represento o MDB São Carlos, mas não tive restrição. Quando me filiei em 2016 para participar da eleição estabelecemos uma acordo entre os vereadores. Eu sendo eleito abriria vaga para o vereador Ditinho em um convite do Executivo ou seria  o braço  direito do Netto Donato se ele ganhasse a eleição, este foi o acordo.

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

4

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos

5

Ganhadores do Oscar nas principais categorias