Cidade

Moradores em situação de rua fotografam cerrado da UFSCar

Moradores em situação de rua fotografam cerrado da UFSCar

 

Moradores em situação de rua atendidos pelo Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro POP), coordenado pela Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social, fizeram uma visita monitorada ao cerrado da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), para fazer fotografias do local.

 

A atividade faz parte do projeto “Imagens das Ruas” que oferece instruções sobre fotografia e técnica, enquanto um recurso artístico para captar a realidade e também como recurso de expressão. “A intenção é fazer saídas fotográficas para que as pessoas possam, através da fotografia, mostrar seu olhar sobre o espaço urbano, sobre os recursos que a cidade oferece”, afirma a terapeuta ocupacional do Centro POP, Roberta Justel do Pinho.

 

Segundo a terapeuta o objetivo é sempre acessar o que o município possui, mas, que nunca foram visitados antes. “Nossa ideia é poder ver com os olhos de quem está descobrindo e poder aproveitar essa experiência. Usar a fotografia como um meio de se comunicar, como uma forma de se expressar. Nós acreditamos na potência desse recurso como uma forma de favorecer a convivência no serviço, ou seja, fortalecer os vínculos das pessoas que a gente acompanha tanto entre si como com nosso equipamento que é o Centro Pop” complementa a terapeuta ocupacional.

 

O Projeto é desenvolvido em parceria com o Departamento de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), que oferece recursos pelas estudantes do curso e estagiárias que providenciam os materiais e os equipamentos. “O Projeto tem 25 anos e seu objetivo principal é Educação Ambiental assim como a sensibilização. Cada grupo que vem é diferente, então nós temos que nos preparar com a abordagem, cada um requer certa explanação, certo trajeto”, explica Alisson Cleiton de Oliveira, estudante do Curso de Gestão e Análise Ambiental e monitor do Projeto Trilha da Natureza.

 

“Hoje nós tivemos uma perspectiva diferente, meio ambiente, natureza, com o objetivo de trazer essa temática para o dia a dia das pessoas que nós atendemos, pois, às vezes elas estão bastante distanciadas deste contexto”, finaliza Roberta Justel do Pinho.

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos

2

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

3

Ganhadores do Oscar nas principais categorias

4

Projeto Empreender realiza I Mega Bazar Itinerante

5

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira