Política

Lobbe Neto defende projeto da ‘Alimentação Escolar’ para combater obesidade no país

Lobbe Neto defende projeto da ‘Alimentação Escolar’ para combater obesidade no país

 

 

 

Cada vez mais atingidas por doenças como diabetes, hipertensão e anemia, as crianças devem ter hábitos alimentares vigiados. O deputado federal Lobbe Neto, do PSDB paulista, propôs um Projeto de Lei (PL 128/07), que inclui no currículo escolar das escolas públicas e particulares, o tema “alimentação escolar” nas disciplinas de Biologia e Ciências. A matéria já foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, da Câmara dos Deputados, e aguarda apreciação do Senado Federal. O tucano explicou como a obesidade vem tomando grandes proporções no Brasil.

 

“Conseguimos aprovar, aqui na Câmara dos Deputados, uma matéria muito importante. Uma matéria com a sua transversalidade, principalmente, na área de Biologia e Ciências, que é a educação alimentar. Hoje é muito importante. O aumento da obesidade infantil, principalmente, na América Latina, está cada vez mais alto. Nós temos muitos brasileiros, jovens, adolescentes e crianças, já obesos. E ele será também um adulto obeso, se não tomar algumas atitudes”, contou.

 

O parlamentar tucano ressaltou como a formação alimentar também é responsabilidade das escolas. “Uma das atitudes mais importantes é através da educação, através do currículo escolar, para que possa ter essa educação alimentar. Saber o que é saudável na sua alimentação, o que é importante para que, no futuro, tenha uma quantidade de adultos com menos diabetes, menos hipertensão e doenças cardiopatas. Por isso, precisamos trabalhar bem essa questão, para diminuir o número de crianças e jovens obesos no nosso país”, reiterou.

 

No Brasil, a obesidade e o sobrepeso vêm crescendo, com um impacto maior nas mulheres e uma tendência de crescimento entre as crianças, de acordo com relatório conjunto da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização Pan-americana de Saúde (Opas), divulgado neste ano.

 

O estudo detectou que mais da metade da população brasileira está com sobrepeso e a obesidade já atinge a 20% das pessoas adultas. O documento foi elaborado com base em dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). O sobrepeso em adultos no Brasil saltou de 51,1% em 2010, para 54,1% em 2014. Outro dado do relatório é o aumento do sobrepeso infantil. Estima-se que 7,3% das crianças menores de cinco anos estão acima do peso, sendo as meninas as mais afetadas, com 7,7%.

 

A urbanização e a mudança nos padrões de consumo são alguns aspectos que podem justificar o crescente aumento do sobrepeso. Segundo o relatório, muitas famílias têm deixado de consumir pratos tradicionais e aumentado a ingestão de alimentos ultra-processados e de baixa qualidade nutricional.

 

Na América Latina, a taxa de obesidade entre as crianças é superior à média mundial e chega a 8% (o índice global é de 6,7%). A alimentação saudável é um dos maiores desafios para combater a obesidade infantil e melhorar a saúde de todas as pessoas.

 

(Reportagem e Áudio: Luana Patriolino, de Brasília)

 

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos

2

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

3

Ganhadores do Oscar nas principais categorias

4

Projeto Empreender realiza I Mega Bazar Itinerante

5

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira